Vampires Diaries RPG
Se perca em um mundo desconhecido, cheio de mistérios, magias e perigos. Uma pacata cidade que esconde em suas avenidas histórias inimagináveis. Onde a morte, que outrora era a única certeza da vida, se torna tão duvidosa quanto os pensamentos distintos que todos escondem em seu subconsciente. Seres sobrenaturais vagam naturalmente no meio dos humanos, em uma rotina nada normal. E segredos são descobertos a cada instante.
Venha conhecer a cidade mais surreal dos Estados Unidos, Mystic Falls.

Vampires Diaries RPG


 
InícioPortalFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
A partir de agora, os Lobos evoluem de forma igual aos Vampiros, através de posts! CLIQUE AQUI
Seja bem-vindo(a), Convidado.
O MYSTIC NEWS está de volta! Se atualize!! ACESSE

Compartilhe|

Célula do Monstro

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo
AutorMensagem

Originais Avançados
avatar
Nome de Usuário:
Savantic

Criador: : Lelouch
Mensagens : 110
Dólares Dólares : 12028
Data de inscrição : 24/12/2012
Localização : Navegando na ilusão

Ficha Mística
Pertences:
Poderes:
Barra de Conduta:
10/10  (10/10)

MensagemAssunto: Célula do Monstro Qui 26 Fev 2015 - 21:56

Célula do Monstro
A Coruja Acólita
Percorrendo sobre a trilha de flechilhas, os faróis do carro mostravam-se inúteis e na caçamba uma picareta e duas pás. Na rota alternativa já não conseguiam se situar, como numa maldição as nuvens de neblinas não cessavam devido aos avanços, a aceleração. Um som feminino e gutural invadiu os ouvidos de todos no interior do veículo, não apenas este, o carro desligou e o motor ressoou. Kai tentou ligá-lo, uma tentativa válida, mas ao acelerar nem um palmo o carro foi capaz de mover-se, apenas apagou subitamente. Joseph ouviu o bater das asas de uma coruja tão escura como o céu, ela pousaria no galho de uma jacarandá (estranho ela por ali, nesta vegetação tão uniforme), seus olhos – do ângulo em que Joseph a via – pareciam glóbulos magníficos, como se todo o universo estivesse retratado diante de vossas presenças. Uma pontada dolorosa foi o preço da solução, Malachai e Hunter viram uma pareidolia e então identificaram… Algo bloqueava o caminho, uma barreira? O carro podia dar ré, mas não podia avançar. A trilha continuava diante de vós, pernas, para que te quero.

Todos saíram do veículo, respectivamente o motorista trancou as portas. Malachai convenceu de que a barreira não era prejudicial, então todos a cruzaram e a neblina ali dentro ficou mais fina. De imediato a coruja no galho de jacarandá estendeu suas asas e planou até o meio da trilha, ela tentava com suas garras puxar algo parecido com a ponta de um caderno, mas o objeto dentro de uma escavação rasa não sairia com esta pequena força que a coruja tinha, a história seria diferente se fosse a de um humano. Os presentes viam a grama alta e repleta de plantas esbeltas, uma trilha levemente íngreme entre as árvores, feita pelo caminhar constante de pessoas e veículos não crescia mais grama, repleta de pequenos buracos em meio a terra umedecida pelo orvalho a trilha seguia reta. Não dá para saber o que vós espera, no horizonte apenas a escuridão.
Instruções:
 



"..Então vem, senta no meu colo
Tudo bem, bebe do meu copo
Você tem aquilo que eu adoro, baby
Pra me entorpecer deixa eu usar você
É a droga que eu gosto" ♪☮

Depois coloco algo aqui
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.vampirediariesoriginal.org/forum

Bruxos
avatar
Nome de Usuário:
Claire White Wickham

Linhagem : [-]
Criador: : Deus ❤
Mensagens : 158
Dólares Dólares : 4793
Data de inscrição : 07/02/2013

Ficha Mística
Pertences:
Poderes:
Barra de Conduta:
10/10  (10/10)

MensagemAssunto: Re: Célula do Monstro Sex 27 Fev 2015 - 18:15


“This is our fight. Are you ready for battle Convidado?
#Hunter #Joseph #Malachi ♣ Post: #1 ♣ Vestindo: AQUI

 
 
 

Until Dead

Era algo diferente. Em tantos anos de vida, nunca me havia passado pela cabeça em realizar um acampamento com grupos de gente conhecida... Já tinha experimentado várias coisas ao longo dos anos, inclusive drogas, ou algumas bebidas mais afrodisíacas mas nada como um acampamento. Era algo que me deixava de certo modo intrigada. Como será? Onde será? O que vai acontecer? - Eram algumas das dúvidas que batalhavam por não deixar minha cabeça. Malachi continuava a conduzir a viatura por entre as curvas e contracurvas da longa estrada arenosa e montanhosa. Joseph e Hunter nos bancos traseiros, socializavam com conversas de típicas de homem juntamente com o bruxo condutor. Eu só revirava os olhos, ansiosa por chegar, afinal eu tinha sido a pobre garota que calhara a ir no carro com alguns dos rapazes. Os outros grupos tinham se disperçado. Cada um para seu lado. Em breve, nosso destino estaria prestes a mudar...


O rádio deixara de funcionar do nada. O barulho do mesmo tentando achar uma estação operacional, era ensurdecedor. Clicava nos varios botões do aparelho tentando controlar aquela confusão enquanto reclamava entredentes - Maldito rádio.
O silêncio fez-se ouvir quando o motor parou por completo. Entranhados no meio do nada, apenas um nevoeiro espesso contornava a localidade desconhecida. Franzi os sobreolhos e encarei Malachi que tentava ligar o carro. Sem êxito.
Bufei entediada e retirei o cinto de segurança, abrindo a porta e sendo a primeira a sair. Fechei os olhos e respirei fundo... Não sentia magia alguma ali de perto, porém no fundo sentia que algo não estava bem. Ou podia ser apenas uma breve coincidência o carro ter deixado funcionar em meio a uma zona bastante nebulosa. Não esperei mais para olhar aos garotos que permaneciam no carro. Começava a ficar irritada com seus olhares pousados em mim de forma "á toa". Ordenei por fim - O que estão á espera? Arranjem essa choça.
Revirei os olhos e dei de costas olhando em volta. Pude ouvir o resto das portas baterem enquanto os restantes saiam do carro. Malachi sentiu a barreira que impedia nosso veiculo de avançar. Falou e explicou mais ou menos o que aquilo significava. Afinal sempre havia magia ali.

Estendi a palma da mão um pouco á frente e novamente respirei fundo sentindo aquele tipo de magia. Aquilo estava deveras bem planeado, mas o que um bruxo ou uma bruxa faria por aqueles lados? Arrisquei em atravessar a barreira confirmando que a tal não faria mal. A neblina estranhamente era mais suave naquela parte de terreno, algo que me deixou intrigada. Um trilho de caminho aparecia aos poucos frente aos meus pés. Olhei por cima do ombro para cada um dos garotos que estavam tão ou mais confusos que eu, porém Joseph, mantinha o olhar fixo em algo. Quando ia virar as costas para ver, um pequeno barulho de um bater de asas fora atentamente ouvido. A silhueta de uma ave gorda e grande, vasculhava o solo com as suas afiadas garras. Ao longe pude ver algo entre o solo e o subsolo. Não podia ser uma rocha e muito menos um verme, mas... O que era? Chamou minha atenção e por conseguinte disso, me aproximei em passos lentos até á desconhecida.

Era uma coruja. Mais uma vez, as questões surgiam na minha mente quando estendi a mão e num pequeno esforço desenterrei o objeto. Era um caderno coberto de terra e poeira. Suas folhas já amareladas com o passar do tempo, davam a entender que já estaria ali faz bastante tempo. Sem prestar atenção aos rapazes, aventurei-me a abri o mesmo quando me deparei com...


"All this waiting, I'm loosing my mind..."
Bluee @ Cupcake Graphics



♞ I'm going to burn your soul  
i'm not just another peon on this chess game
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário

Originais Avançados
avatar
Nome de Usuário:
Savantic

Criador: : Lelouch
Mensagens : 110
Dólares Dólares : 12028
Data de inscrição : 24/12/2012
Localização : Navegando na ilusão

Ficha Mística
Pertences:
Poderes:
Barra de Conduta:
10/10  (10/10)

MensagemAssunto: Re: Célula do Monstro Sex 27 Fev 2015 - 20:17

Célula do Monstro
A Coruja Acólita
Epilogo:
 



Após a parada do carro...
[…]
A bruxa aproximava-se do item enterrado, a coruja torceu o pescoço e fitou com seus olhos gigantes a mulher e num piscar de olhos ela desvaneceu, como se um portal surgisse em suas garras e subisse até as orelhas, porém nada apareceu, ela apenas foi apagada. Claire fincou os dedos no item... Ela podia sentir o objeto lançando um pulso, nada que a machuque, apenas uma onda arrepiante. Ao puxá-lo pela ponta revelou-se um livro da capa e contra capa preta, com as dimensões de 19,5x15,4x4,5cm, pequena, porém densa. Quando o livro parou de transmitir a onda sua capa foi aos poucos se colorindo para roxo e Claire abriu-o e viu páginas brancas e algumas arrancadas. Porém na primeira página estava um manuscrito:

Página 1:
 

Ao terminar de ler a última frase o texto foi alterado.

Página 1:
 

Considerações:
 



"..Então vem, senta no meu colo
Tudo bem, bebe do meu copo
Você tem aquilo que eu adoro, baby
Pra me entorpecer deixa eu usar você
É a droga que eu gosto" ♪☮

Depois coloco algo aqui
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.vampirediariesoriginal.org/forum

Híbridos de Klaus
avatar
Nome de Usuário:
Joseph Chevalier

Linhagem : Niklaus Mikaelson
Criador: : Niklaus Mikaelson
Mensagens : 59
Dólares Dólares : 5704
Data de inscrição : 29/11/2013

Ficha Mística
Pertences:
Poderes:
Barra de Conduta:
10/10  (10/10)

MensagemAssunto: Re: Célula do Monstro Sex 27 Fev 2015 - 23:04

Bought my fate, straight from hell.  Tell me would you kill to save a life?  
)>
Joseph acomodava-se em no banco confortável do automóvel, podia ver os longos cabelos cair pelas costas da garota a sua frente, o motorista era de aspecto comum  e nada que prendesse a atenção do hibrido. Joseph olhou de relance para Hunter, que estava ao seu lado. '- Não vá gritar como uma garotinha. '-Sua voz não era mais que um sussurro, seu olhar se desviou para o vidro que separava ele do mundo exterior, ele era capaz de ver silhuetas distintas das árvores devido a neblina que lhe bloqueava grande parte da visão. A bagunça externa pode perturbar os sentidos e alma de um bom homem, o forçando a defesa do desconhecido. Joseph tapava as orelhas na tentativa de ensurdecer-se ao grito que ecoava dentro de sua cabeça, seu corpo ficou alarmado e logo que cessou ele afastou as mãos olhando para todos dentro do carro, seu corpo foi de encontro ao encosto da frente e deteve o movimento pondo a mão no mesmo e afastando a cabeça do impacto quase iminente, ele soltou o ar preso nos pulmões. O hibrido olhou pela janela e percebeu que o cenário havia parado de correr no sentido contrário, eles haviam parado o veiculo. Antes que pudesse questionar o acontecido algo chamou sua atenção, um som similar ao bater de asas tomou conta da audição de Joseph que agora via os olhos acompanhar o que antes apenas seus ouvidos capitavam, ele pousou o olhar na figura empoleirada em uma árvore, os olhos se destacavam com facilidade parecendo vigia-los.
 O barulho do carro cessou, eles haviam desistido de tentar avança-lo. O primeiro som a romper o silêncio do lugar foi a porta do passageiro que se sentara a frente, Claire havia saído do carro, Joseph olhou para Hunter e encolheu os ombros logo saindo do carro e puxando o garoto consigo pela gola de sua camisa, o soltou assim que o mesmo estava fora do veiculo '-Fique perto, ok ? '- Seus lábios estavam próximos do ouvido de Hunter, ele se voltou para o grupo que estava mais adiante. 
 Seus olhos estavam fixos na coruja que agora apresentava um comportamento anormal, viu Claire aproximar-se sem hesitar do animal logo se curvando diante do mesmo. Joseph girou sob os calcanhares, sua expressão mantinha-se intacta, contornou o veiculo indo diretamente para sua parte traseira, onde analisou os equipamentos disponíveis, por fim optou pela picareta que lhe parecia mais útil, apoiou o cabo sobre o ombro e voltou a se postar ao lado de Hunter '- Perdi algo ? '- Tinha o tom de voz monótono, caminhou em direção a garota agachada que parecia ter a atenção em algo, parou as suas costas estreitando os olhos para o que parecia um caderno '-O que diz ai ? '- Tensionou o maxilar antes de desviar seu olhar, percebeu que a névoa se tornara menos densa em torno deles, ergueu a cabeça fitando a trilha adiante deles '-O que acha de prosseguirmos ? '-Comprimiu os lábios enquanto ponderava. 
It's my life.




A Warning to the people
The Good and the Evil
This Is War
It's the moment of truth and the moment to lie
The moment to live and the moment to die
The moment to fight
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário

Bruxos
avatar
Nome de Usuário:
Malachai Parker

Linhagem : [-]
Mensagens : 5
Dólares Dólares : 7239
Data de inscrição : 06/08/2013

Ficha Mística
Pertences:
Poderes:
Barra de Conduta:
10/10  (10/10)

MensagemAssunto: Re: Célula do Monstro Sab 28 Fev 2015 - 7:50

Malachai procurava permanecer atento na estrada enquanto seu pé encontrava-se no acelerador, não dava para observar muita coisa na estrada por conta da neblina. Chegando a uma outra parte, um som feminino ressoou, não apenas aquele som havia chamado a atenção do Bruxo, pois o motor do mesmo também ressoou forçando o carro a interromper sua trajetória, e Kai tentou ligar o carro novamente, porém, foi uma tentativa inútil. Enquanto Kai tentava pensar em alguma coisa para investigar a situação do carro ele sentiu uma pontada depois de notar uma pareidolia, alguma coisa bloqueava o caminho... foi o que Malachai deduziu, poderia ser uma barreira. Tentando dar ré ele acabou notando que funcionava, era estranho embora aquela possível barreira tenha esclarecido tudo.


Saindo do carro ele trancou as portas do veículo, Kai também convenceu aos outros de que aquela barreira não era prejudicial. Voltando a prestar atenção naquela situação, ele observou calmamente e cruzou aquela densa neblina com os outros três onde um sorriso sínico apareceu em seu rosto, aquela situação excitava o rapaz. Olhando atentamente a garota ele usou algumas palavras para provocar a mesma.

- você já ouviu a história da Bruxa de Blair ?


O sorriso em sua face não mudava, apesar de estar tentando tirar aproveito da situação para provocações ele também estava tentando distrair todos de seu próprio jeito. Rapidamente Kai observou uma coruja, vendo também Claire andar até a mesma sem hesitar, Joseph foi até o carro e trouxe consigo uma picareta. Indo até a garota Kai olhou para um caderno e notou a pergunta de Joseph para Claire, parecia um gesto estranho. Porém, Kai andou aos arredores do local para investigar, ele tentava procurar alguma coisa que fosse útil para o mesmo naquela situação complicado, até o ponto de falar consigo mesmo.

- Uma bela hora para brincar de esconde esconde.

Dizia rindo ironizando aquela situação que passava.


KaiParker
Gemini Coven
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário


Nome de Usuário:
Conteúdo patrocinado


MensagemAssunto: Re: Célula do Monstro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Célula do Monstro

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo
Página 1 de 1

Tópicos similares

-
» Sistema Drop por nível de monstro "Estilo Mu Online"
» SITE MONSTRO DO CLICK
» ◆ Barraca do Monstro
» Monstro X Mutante
» [Dispondo/Fabrica] Chapéus/Elmos para visual do equipamento

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Vampires Diaries RPG :: Lixo-