Vampires Diaries RPG
Se perca em um mundo desconhecido, cheio de mistérios, magias e perigos. Uma pacata cidade que esconde em suas avenidas histórias inimagináveis. Onde a morte, que outrora era a única certeza da vida, se torna tão duvidosa quanto os pensamentos distintos que todos escondem em seu subconsciente. Seres sobrenaturais vagam naturalmente no meio dos humanos, em uma rotina nada normal. E segredos são descobertos a cada instante.
Venha conhecer a cidade mais surreal dos Estados Unidos, Mystic Falls.

Vampires Diaries RPG


 
InícioPortalFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
A partir de agora, os Lobos evoluem de forma igual aos Vampiros, através de posts! CLIQUE AQUI
Seja bem-vindo(a), Convidado.
O MYSTIC NEWS está de volta! Se atualize!! ACESSE

Compartilhe|

Mark R. Slaint

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo
AutorMensagem

Bruxos
avatar
Nome de Usuário:
Mark R. Slaint

Mensagens : 81
Dólares Dólares : 12002
Data de inscrição : 09/04/2013
Idade : 50

Ficha Mística
Pertences:
Poderes:
Barra de Conduta:
10/10  (10/10)

MensagemAssunto: Mark R. Slaint Sab 6 Jul 2013 - 16:03

Missão
Mark R. Slaint

O Encontro


Após a tentativa de resposta ao ataque contra seu filho mais novo o patriarca Slaint direcionava seus passos lentos com direção a pedreira Steven, estava seguindo seu novo plano no qual causaria impacto ao demais a sua volta, a família, estava meia hora a frente dos demais que o seguiam não queria que eles pudessem se aproximar, sofreriam consequências da raiva que estava passando por cada centímetro de seu corpo. Antes que pudesse entrar no caminho que lhe direcionava ao local marcado algo havia lhe chamado sua atenção, pausava sua caminhada e ficou intacto observando um vulto, ou era o que parecia ser, se movimentando na direção contrária a dele, olhou para trás vendo que os outros realmente não estavam perto e ao direcionar os azuis gélidos novamente para o outro lado viu que o ser havia sumido, ergueu a cabeça com o ar de desconfiança, um passo a diante, logo outro e quando deu o terceiro rapidamente olhou para trás vendo um ser com aparência desgastada pelo tempo de vida, as rugas em sua face tinham a linha marcada fortemente, encarou-o demonstrando superioridade, os olhos castanhos dele ficou cruzados com os cristalinos azuis por algum tempo, uns três minutos ao certo, assim ele dando o primeiro contato.
- Você...Sofre uma perda, algo que lhe machuca só que sua casca fria não lhe deixa mostrar isso...
Mark respirou fundo e pressionou a mandíbula, nada disse, não queria ouvir ladainhas de um velho vidente, sentia a energia mágica dele, mas não estava para conversa, na tentativa de virar seu corpo a mão com longos e finos dedos do ancião encostavam no paletó do mesmo que consequentemente o fazia segurar seu braço.
- Sua vingança pode ser melhor com um poder mais elevado...Posso lhe conceder isso, é só me ajudar com uma simples tarefa.
Encarou a estrada a sua frente, fechou o olhos para se concentrar em não explodir com aquela alma, voltou a encara-lo e inclinou levemente a cabeça lhe dando o prazer de suas palavras.
- Não estou para trocas, tenho força o suficiente, mas... Meu ponto fraco fora tocado, sou escravo do poder, se podes me dar isso então acho que posso lhe ajudar...
Um sorriso malicioso formou-se nos lábios rachados do mesmo, Mark sabia que se o outro tivesse mentindo seria morto em segundos pelo próprio, talvez, aquela troca lhe poderia mesmo te trazer aprimoramentos, mas continuava com um pé atrás, sempre continuaria.
- Preciso que procure para mim uma pedra, uma simples e pequena pedra, ela não contém brilho, está por de baixo de uma raiz de uma árvore, não sei onde ela está e nem qual delas é...
Nesse momento Mark retirou a mão do outro de seu braço com um movimento do membro, levou sua face agora transtornada para um pouco mais próximo do outro o encarando furiosamente.
- Sua brincadeira de caça ao tesouro não me agrada, ancião, meu tempo corre para terminar a minha vingança, se acha que perderei os meus dias com isso, pode esquecer...
O velho então soltou algumas fracas risadas, uma tosse veio em seguida, não demonstrou temer aos olhos ferozes do enorme monstro disfarçado de pessoa.
- Para um demônio, isso não lhe custará todos esses dias...
Mark paralisou, sua face moldurou algo mais surpreso, lentamente recuava sua face e cruzava os braços estudando mais seu próximo. Para ele saber de seu espírito é porque realmente ele pode lhe conceder o prometido, conseguindo isso pode lhe dar mais vantagem contra a maldita bruxa Wickham.
- Prossiga...
As palavras do velho novamente lhe vinham:
- Como lhe disse grande homem vingativo, é uma pedra que não contém brilho, está escondido próximo de uma raiz de alguma árvore, preciso que a trague para mim.
- E eu posso saber porque precisa tanto dessa pedra?
- Não. Apenas trague para mim, se lhe for ajudar, ela lembra um diamante... Assim que achá-la venha ao mesmo local exato em que estamos.
Mark logo acordou, não poderia perder tempo, era isso que lhe atrapalhava, então com um leve aceno positivo aceitava o acordo, se virou para ver se tinha mais alguém perto e quando se virou o outro havia sumido, estreitou as órbes e ficou mais uns dois minutos pensando, se virou e foi logo em direção ao local mais óbvio, a floresta, lá seria o local mais difícil por conter muitas árvores. Estava certo de que aquele ser estranho poderia dar o que prometeu, então uma pequena ponta de confiança no outro surgiu, mesmo se ele não cumprisse a promessa ela seria retirada a força...

A Floresta


O caminho até a floresta havia terminado assim que pisava no tapete de folhas secas, estava, o meio da tarde poderia lhe custar apenas algumas horas de procura, não queria parar e respirar aquele ar puro, isso lhe fazia perder tempo, não ia ficar de raiz em raiz como um tatu a ficar cavando buracos, se algo simples e ao mesmo tempo difícil de ser captado estivesse por ali seria então no coração do local, sempre ao meio se encontra o recheio, passando pelas raízes expostas e esquivando de alguns galhos caídos ele tentava se localizar, queria começar por uma específica, talvez, pela mais alta das árvores e então olhou para o alto, fechou os olhos e começou a levitar, após chegar ao topo poderia ver o enorme tapete verde e extenso, em uns dois km a sua frente pode se observar um topo da árvore mais alta, fora seguindo até ela e assim após se aproximar descia seu corpo até o solo, tocou no tronco da árvore e disse:
-Radicibus imperium meum tendant.
Abaixo da árvore as raízes se moviam, procuravam algo com um aspecto concreto e pequeno, algumas pedras brotavam do solo, mas nenhuma delas era o que ele procurava, desencostou do tronco e então suspirou, aquela caça iria lhe dar dor de cabeça, seu pensamento fora afirmado quando uma flecha veio em sua direção, com a agilidade ele desviou e a pegou no fino traço de madeira, olhou na direção de que ela vinha e observou alguém se esconder, logo então outra vinha na direção oposta, abaixou o corpo a fazendo passar direto e então encravar a ponta no tronco a frente, se levantou e criou um campo invisível ao seu redor, outra e outra e mais outra, cinco pessoas ali ? As flechas recocheteavam, Mark estava seguro de que todos morreriam e por isso não se importou muito, logo os cinco apareciam apontando flechas incendiárias para o mesmo, o demônio levantou as mãos e foi ajoelhando lentamente.
Certo...
Colocou as mãos no chão e rapidamente pronunciou.
-PROCURSUS!  
Os corpos dos cinco voavam uns dois metros a cima com uma explosão criada no sub-solo, a poeira subia e nesse instante ele se levantou e prosseguiu com sua caçada, já sabia que seres inúteis estavam fazendo o mesmo ou poderia apenas estar caçando vampiros ou seres sobrenaturais, mas Mark não era qualquer ser...

Chegando em uma certa distância do fato daquele desvio de atenção o mesmo parou e tentou focar em algo mais certo, se não era a árvore mais alta, poderia ser a mais antiga ou a mais nova, franziu o cenho e fazia algo totalmente diferente, caminhando na direção aonde o levava ao caminho do cemitério, as folhas mortes eram quebradas pela sola de seu sapato, antes que chegasse ao local do cemitério ainda se encontrava dentro da floresta, quase que no fim dela, então observou uma árvore morta, não era antiga e nem nova, nem alta e nem baixa, estava seca e toda quebradiça, se aproximou dela e por ele mesmo se abaixou, encostou sua calça social ao solo úmido e então tocou com suas mãos no solo dela, arrastou os dedos dentre a terra quase seca e então pegou um punhado de folhas secas e com pouca terra, abriu a mãos e não viu nada, levou novamente até o solo e cavou umas duas vezes sentindo então a raiz mais próxima, arrebentou com sua força um pedaço da raiz e cavou naquela ferida que na verdade não custaria mais nada com aquela árvore, pegou novamente um punhado de terra e tateou até sentir algo concreto, uma pequena pedra em forma de diamante, não continha brilho e realmente parecia ser algo mórbido só que o contato real com sua pele o fez sentir algo pesado, uma energia vindo dela, sorriu macabramente e se ergueu então colocou o objeto em seu bolso e se virou, agora tinha que seguir para o local do encontro, o tempo estava mais escuro, a tarde já havia chegado ao seu fim, a neblina pela floresta poderia atrapalhar um pouco sua orientação, mas nada que lhe fosse atrasar ainda mais. 

A Entrega


Saindo da floresta após passar por alguns pontos fora do foco ele prosseguiu ao ponto de encontro, as estrelas no céu aos poucos apareciam dentre as nuvens que se dissipavam lentamente, o frio caia, ao longe estava o vulto que havia encontrado antes de toda aquela busca, aquele era o ponto, chegando perto viu que o próximo estava diferente, não tinha o aspecto do mesmo ancião, então sentiu seu corpo começar a esquentar, olhou para as mãos e as viu começar a ficar turva, arregalou os olhos e quando olhou novamente uma outra pessoa aparecia, um bruxo aparentemente mais esperto, Mark não iria se render tão fácil, observou melhor quando concentrou seu poder em anular aquele ataque, seu corpo estava quase que encurvado, a barreira anti-magia o ajudava a se manter firme ao ataque do outro. 
- Essa pedra realmente deve ser bastante importante, até mesmo para quem quer ter um poder alterado...
Sorriu e o bruxo a frente não entendeu como ele havia conseguido, umedeceu os lábios e seus olhos ficaram negros e logo depois voltavam ao normal, o homem a frente se assustou, ele havia percebido que o ser da frente não era um bruxo qualquer ou talvez nem fosse um filho da natureza. Mark ergueu a mão e então fez com que a cabeça do outro começasse a esquentar, agora ele controlava, fazia o sangue do outro correr rápido pelo corpo, aquela aceleração fazia os batimentos do bruxo ficar em função absurda, uma tontura veio de consequência ao homem que ousou enfrentar um demônio, com a outra mão Mark fazia o mesmo ataque o corpo do próximo tremia absurdamente até o coração não aguentar a pressão e então parou com o estouro das artérias, internamente ele tinha uma hemorragia, algo simples de fazer, o corpo caiu a sua frente morto, a linha de seus lábios se encurvava mostrando gostar de fazer aquilo, mas não durou até sentir algo encostar em seu braço, se virou pronto para atacar quando viu o ancião, ele levantava a mão mostrando pedir o combinado para o demônio, Mark ficou apenas a olhar para ele e assim trocavam pensamentos, ou ele fazia primeiro ou não obtinha o que queria.
O ancião entendia o recado, se afastou um pouco do mesmo e fechou os olhos, erguendo as duas mãos pronunciava palavras distintas, algo que nem o mesmo conseguia distinguir e então sentiu seu corpo receber uma carga forte de essência de magia, abriu os olhos e sentiu-se mais renovado que antes, pôs a mão no bolso, sem trocas de palavras ele entregou a pedra e se virou caminhando de volta ao seu rumo, se aquela pedra lhe havia favorecido aquele poder então ela poderia ter muito mais, só que pelas palavras ditas do ancião ele teria de ir mais fundo com aquela troca de favores... 



Missão Terminada


Como o pedido fiz as ações de encontro, busca e entrega, colocando alguns tipos de combates para mostrar que não fora tão fácil quanto pareceu. Caso algo errado contate-me.






 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário

Mark R. Slaint

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo
Página 1 de 1

Tópicos similares

-
» Suíte Master - Mark R. Slaint
» MvP Heroíca Mark sem-sobrenome
» [TUTORIAL] Mark comprando de 100 em 100!
» T01T02E17 - Destruição - Parte 3
» Quests- Task-Profissoes-Etc.. ! Tudo que sei.

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Vampires Diaries RPG :: ------------- :: Em busca da Pedra Misteriosa-