Vampires Diaries RPG
Se perca em um mundo desconhecido, cheio de mistérios, magias e perigos. Uma pacata cidade que esconde em suas avenidas histórias inimagináveis. Onde a morte, que outrora era a única certeza da vida, se torna tão duvidosa quanto os pensamentos distintos que todos escondem em seu subconsciente. Seres sobrenaturais vagam naturalmente no meio dos humanos, em uma rotina nada normal. E segredos são descobertos a cada instante.
Venha conhecer a cidade mais surreal dos Estados Unidos, Mystic Falls.

Vampires Diaries RPG


 
InícioPortalFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
A partir de agora, os Lobos evoluem de forma igual aos Vampiros, através de posts! CLIQUE AQUI
Seja bem-vindo(a), Convidado.
O MYSTIC NEWS está de volta! Se atualize!! ACESSE

Compartilhe|

O gato possuido

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo
AutorMensagem

Caçadores
avatar
Nome de Usuário:
Thea Lane

Linhagem : [-]
Mensagens : 204
Dólares Dólares : 7475
Data de inscrição : 19/05/2013
Localização : Mystic Falls

Ficha Mística
Pertences:
Poderes:
Barra de Conduta:
10/10  (10/10)

MensagemAssunto: O gato possuido Sab 17 Ago 2013 - 15:09

Missões
Thea Lane

Encontro

Peguei num livro de lendas para passar o tempo. E, aquela lenda em particular chamou-me à atenção por envolver animais! Para ser mais precisa: cães e gatos. Rezava a lenda de que aqueles animais tinham sido possuídos por um espírito maligno num dos sítios mais bizarros e escondidos do Mundo. Nenhum ser tinha alguma vez confirmado a sua existência ou a sua localização. Fiquei intrigada com aquela deixa e decidi investigar, fechando o livro com um grande baque e dirigindo-me para uma casa velha e arruínas que ficava afastada da cidade. Ouvia-se dizer que aquela casa era assombrada e não havia nada melhor do que verificar por mim mesma!


A procura

Cheguei lá bem depressa e aperto a minha mala contra mim, olhando para cada passo que dava temendo estar a correr um erro enorme perigo, olhando de vez quando para trás. Sob os meus levis desgastados voavam folhas de um castanho vivo propicio ao outono. E foi naquela quietude que eu notei uns grandes olhos amarelos a olharem para mim. Era um gato todo preto. Eu não era supersticiosa mas aquilo era macabro mas aos meus olhos o gato parecia-me absolutamente normal, sem nada a apontar. *Apenas outro dia no paraíso! (Just another day in paradise.),uma citação que se adequava para toda aquela agressividade a que começava a estar habituada.* Penso para mim mesma começando a chamar o gatinho para mim. Normalmente os animais sucumbiam aos meus encantos! Era uma coisa absolutamente normal em mim, e eu acreditava que era pelo facto deles terem um sexto sentido apurado para saber quem os iria tratar bem ou não.
- Tu és um gatinho diferente não és? - Pergunto-lhe numa voz completamente melosa e infantil. Passo a mão pelo cabelo, observando os movimentos esquivos do gato por lhe tentar tocar. - Suponho que isto seja a prova viva de que vocês existem mesmo... que a lenda afinal é verdadeira. - Observo continuando com aquela voz e chamando-o com todos os meus truques amigáveis. Ele começa a assanhar-se e eu levanto-me num ímpeto como se lhe tivesse algum mal. *Oh por deus! Como é que eu me meto sempre nestas confusões?! Aprende de uma vez por todas, Thea!* Penso para mim mesma dando uns passos atrás. - Calma bichano... só quero tua amiga. - Digo para o gato e, como se por algum truque de magia, o gato acalmasse e aproximasse. Agacho-me novamente e começo a afagá-lo deixando conhecer-me, conhecer o meu cheiro antes de o agarrar e o levar directo à cidade. A xerife saberia, de certo, o que fazer com aquela situação, ou assim, eu esperava! O gato arranha-me e tenta morder-me assim que o agarro e o coloco no meu colo. *Que bicho mais agressivo!* Penso para mim mesma mas continuo até chegar ao meu carro e coloca-o dentro de uma daquelas caixas para gatos. Arranco  pondo a 1ª e dirigindo-me à cidade.


A entrega

Era a primeira vez que estava naquele edificio. O gato acalmara novamente mas sabia que aquilo era uma fachada! Ele iria atacar-me assim que abrisse a portinhola. Até arranjara forma de colocar um cadeado, pois, não se sabia o que poderia acontecer com um bicho possuído. Entro na esquadra de polícia e pergunto ao polícia pela xerife que me diz estar no gabinete e pergunta-me qual é o assunto. Explico-lhe a situação e ele dirige-se ao seu escritório. Volta minutos depois mandando-me entrar.
- Boa tarde, Xerife Forbes. - Cumprimento-a educadamente com um sorriso. - Encontrei este bichano e parece-me... que ele é um bocado diferente dos gatos normais. - Acabo por explicar-lhe. - Até porque é extremamente agressivo. - Acabo por acrescentar pousando a caixa no banco.
- Fizeste muito bem em ter vindo entregá-lo. Eu tomarei conta da ocorrência a partir de agora! - Ela diz profundamente agradecida olhando-me nos olhos com um sorriso que eu chamaria de profissional. Aperta-me a mão, de seguida. - Obrigada, Thea. Se é tudo, estás dispensada. Aceno que sim com a cabeça e saio do local.



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário

O gato possuido

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo
Página 1 de 1

Tópicos similares

-
» Gato Louco
» -/ Procure o GATO NA IMAGEM ;) \-
» Mares de Araterre - Parte 4d - O mago e o gato.
» Prelúdio: Mulher Gato
» [Desafio] tire uma foto assim que acordar

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Vampires Diaries RPG :: ------------- :: Animais Possuídos-